Covid mata 11x menos que no auge da 2ª onda

Avanço da vacinação é o principal motivo da queda nos óbitos

A comparação entre o número de casos e mortes por Covid-19 no Brasil mostra que a atual quarta onda da doença mata 11 vezes menos que no auge da pandemia, em abril de 2021. 

 

n/d

 

Profissionais do setor de saúde dizem que a redução nos óbitos evidencia o quanto a vacinação da população evitou uma tragédia sanitária ainda maior. Em dois anos e quatro meses de pandemia, mais de 670 mil brasileiros morreram por Covid-19.

 

O infectologista Pedro Hallal, professor do Centro de Pesquisas Epidemiológicas da Universidade Federal de Pelotas, diz que o número de novas mortes cai bastante porque as vacinas vão se aprimorando e ficando mais fortes e eficientes e, se as pessoas continuarem se imunizando, é assim que vai acabar a pandemia.

 

De acordo com o painel do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, que faz o acompanhamento semanal da pandemia, o pior momento da Covid ocorreu entre 4 e 10 de abril do ano passado, quando foram registrados 21.141 óbitos. O dado representa 4,3% dos casos computados no mesmo período: 491.409 infectados. 

 

Na atual quarta onda da doença, a semana mais preocupante se deu entre 5 e 11 de junho, quando 1.077 brasileiros morreram e 292.066 pegaram o novo coronavírus — o equivalente a 0,36% de letalidade, índice 11,6% abaixo do visto em abril de 2021.//Correio do Povo

 


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

NO AR

Pelotense a Caminho do Sol - Musical

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS