Governo gastou R$ 1,5 bilhão do orçamento secreto

Valor foi computado entre 2020 e 2021

Deputados e senadores que compõem a liderança do governo federal no Congresso Nacional utilizaram aproximadamente R$ 1,5 bilhão das emendas de relator do chamado "orçamento secreto" nos anos de 2020 e 2021. 

 

n/d

 

Esse valor corresponde a 12,6% do total de emendas de relator que o Congresso informou ter usado nos últimos dois anos, quase R$ 11,8 bilhões.

 

Os dados constam de planilhas que o parlamento enviou ao Supremo Tribunal Federal, no âmbito de uma ação que julga a legalidade e a transparência das emendas de relator. 

 

Desde o ano passado, o STF investiga o orçamento secreto por causa da ausência de regras sobre a distribuição desses recursos aos 513 deputados e senadores. 

 

Como não há um limite de quanto cada congressista pode usar, aqueles que apoiam o Executivo federal acabam tendo preferência.

 

Dos 34 deputados e senadores que são líderes ou vice-líderes do Executivo, 30 apresentaram informações sobre a utilização das emendas de relator. Geralmente, a verba é usada para abastecer redutos eleitorais dos políticos.

 

Quem mais gastou foi o senador Marcio Bittar, do União Brasil, que é vice-líder do governo no Congresso. Relator do Orçamento em 2021, ele empregou R$ 468,2 milhões em emendas nos últimos dois anos.//Correio do Povo

 


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

NO AR

Programa Realidade Rural

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS