Saúde lança campanha para aumentar adesão da 2ª dose

Medo de reações é um dos principais motivos

Medo de reações adversas e percepção de que a pandemia está superada são dois dos motivos que atrasam a imunização contra a covid entre os gaúchos, especialmente em relação à segunda dose. As informações estão em pesquisa realizada pela Secretaria da Saúde e Conselho das Secretarias Municipais de Saúde.

 

n/d

 

O levantamento  apontou que, para 67% dos entrevistados, a possibilidade de alguma reação à vacina é o principal motivo para a recusa do imunizante. Já 54,9% alegam simplesmente não querer se vacinar. A partir desses dados, a SES prepara estratégias para o enfrentamento das resistências, para que sejam atingidos os 90% da população adulta com a imunização completa, patamar que permite tornar a apresentação do comprovante de vacinação uma recomendação, não exigência.

 

Para ajudar os mais resistentes a se vacinar, as principais sugestões dos municípios, coletadas na mesma pesquisa, são de envolver as rádios locais e realizar campanhas nos meios de comunicação, oferecer as vacinas nos finais de semana e em horário ampliado e ressaltar a eficácia delas contra a covid.// Diário da Manhã


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

NO AR

Programa Super Tarde

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS