Região 5, no Sul, deve ter investimento de R$ 109,6 milhões

São 22 municípios da região Corede Sul


"Um movimento em direção ao futuro, para promover o desenvolvimento do Rio Grande do Sul em busca de novas façanhas". Foi assim que o governador Eduardo Leite (PSDB) resumiu o programa Avançar RS. 

A iniciativa foi anunciada nesta quarta-feira (9) em cerimônia híbrida no Palácio Piratini. O projeto divide o estado em nove regiões de investimento e consiste em um pacote de destinação de recursos em três eixos de obras: acessos municipais, ligações regionais e recuperação de rodovias.

O programa prevê R$ 5,2 bilhões de investimentos em cinco anos. Dentro deste valor, R$ 1,2 bilhão será repassado até 2022 no plano de obras com recursos próprios, enquanto que, através das concessões de rodovias, será viabilizado um aporte de R$ 3,9 bilhões nos primeiros cinco anos. "É certamente o maior programa de investimentos com recursos do tesouro do Estado", afirmou Leite.

O governo prevê duas fontes de financiamento: reformas dentro da máquina pública e privatizações. Segundo o Palácio Piratini, as reformas geraram economia de R$ 700 milhões no ano passado e, em 2021, está previsto que o valor economizado ultrapasse R$ 1 bilhão. 

A estimativa é que, ao final do triênio 2020-22, terão sido economizados R$ 3 bilhões. Já a agenda de privatizações possibilitaria receitas extraordinárias para estruturar o programa.n/d


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

NO AR

Atualidade Esportiva 2² Edição

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS