Faixa etária vacinada no RS registra queda na proporção de mortes por Covid em relação à média

Proporção de óbitos da população mais jovem, principalmente entre 20 e 69 anos, aumentou. Especialistas apontam que vacina associada à maior circulação de jovens levam à mudança no cenário. Levantamento foi feito com base nos dados do Portal da Transparência do Registro Civil

Embora tenha sido o segundo mês com mais mortes por Covid-19 no Rio Grande do Sul, abril apresentou uma tendência: enquanto o percentual de vítimas acima de 70 anos diminuiu em relação à média dos meses anteriores, a proporção de óbitos da população mais jovem, principalmente entre 20 e 69 anos, aumentou.

Os idosos ainda são a maioria das vítimas, mas a redução nos óbitos em relação aos meses anteriores à Campanha Nacional de Imunização sugere a eficácia das vacinas contra o coronavírus nos grupos prioritários atendidos até o momento. (Veja o gráfico abaixo)

Os registros constam no Portal da Transparência do Registro Civil, base de dados abastecida em tempo real pelos Cartórios de Registro Civil do país, administrada pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), e cruzados com os dados históricos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A faixa etária que registrou o maior percentual de aumento em relação à média desde o início da pandemia foi a da população entre 20 e 29 anos. Em abril a faixa etária representou 1,39% do total de óbitos, cerca de 101% a mais do que a média dos meses anteriores (0,69%).

Da mesma forma, a população de 40 a 49 anos registrou crescimento de 94%. Se, na média, a faixa etária representava 5,33% das mortes em geral, no mês passado passou a representar 10,33% dos óbitos.n/d


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

NO AR

A voz do Brasil

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS