Vacinação contra a gripe prevê imunizar 1,3 milhão de pessoas na 1ª fase no RS

Campanha começa na segunda-feira (12). Público-alvo envolve crianças entre 6 meses e 6 anos, gestantes e puérperas, trabalhadores da saúde e povos indígenas. Vacinados para a Covid devem respeitar intervalo de 14 dias

A campanha nacional de vacinação contra a gripe começa na próxima segunda-feira (12). A expectativa da Secretaria Estadual da Saúde (SES) e da coordenação do Programa Nacional de Imunizações, que se reuniram virtualmente nesta terça (6), é imunizar até 1,3 milhão de pessoas no próximo mês no Rio Grande do Sul.

A estratégia será em etapas. Na primeira fase, o público-alvo será formado por crianças entre seis meses e seis anos, gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde e povos indígenas.

Mais duas etapas estão previstas com início em maio e junho, abrangendo outros grupos prioritários. Todos os grupos prioritários da campanha de vacinação contra a Influenza em 2021 representam 5.013.082 pessoas.

Para quem também faz parte de um dos públicos da campanha de vacinação contra a Covid-19, como os idosos e profissionais de saúde, a orientação é que seja respeitado um intervalo mínimo de 14 dias entre as doses das vacinas contra a gripe e a do coronavírus.

Os profissionais de saúde estão contemplados nesta primeira etapa da vacinação de influenza e correspondem a mais de 361 mil pessoas no Estado. Para os idosos (acima dos 60 anos), a vacinação contra a influenza inicia-se em 11 de maio.

Também começa na próxima semana a estratégia de imunização das crianças acima dos seis meses e menores de seis anos (público estimado em 765 mil). Além dessas, 117 mil gestantes e puérperas e 30 mil indígenas aldeados também estão incluídos.

n/d


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

NO AR

-

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS