Renda Cidadã entrará na PEC emergencial e terá pelo menos R$ 25 bilhões a mais que o Bolsa Família

Valor a ser pago a cada benefício não deve chegar a R$ 300

Imagem da InternetImagem da InternetFoto: Internet

O novo programa social do governo, rebatizado de Renda Cidadã, estará contido dentro da proposta de emenda à Constituição  emergencial e terá pelo menos R$ 25 bilhões a mais que o Bolsa Família, podendo atingir R$ 30 bilhões extras. Mesmo assim, o valor a ser pago a cada benefício individual não deve chegar a R$ 300, como chegou a ser cogitado inicialmente.

 

O relator da PEC emergencial, senador Márcio Bittar (MDB-AC), afirmou que, para financiar o novo programa, o governo não vai furar o teto de gastos, que prevê que as despesas da União de um ano para o outro cresçam somente na mesma taxa da inflação.

 

Segundo o senador, o valor deverá ser aumentado a cada período, conforme o aumento do espaço no Orçamento. 

 

Fonte: G1

 


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

NO AR

Páginas de Portugal

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS