Depois de 26 meses, paciente com ELA recebe alta no Hospital Escola

Fátima passou por quase todas as unidades do hospital durante a internação

n/dImagem da InternetFoto: Internet

Fátima Rosane Rolim da Silva, 50 anos, foi diagnosticada com ELA há três anos. No dia 27 de junho de 2018, internou no Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas (HE UFPel) com expectativa de vida de um mês e nesta quinta-feira (20), mais de dois anos depois, recebeu alta para seguir o tratamento em casa.

 

De acordo com a chefe da Divisão da Gestão do Cuidado, Patrícia Noguez, a paciente já tinha condições clínicas de alta há alguns meses, porém necessitava de equipamentos específicos para a continuidade do tratamento em casa. A família ingressou na Justiça e conseguiu um respirador e, através de uma campanha de arrecadação, conseguiu recursos para a compra de uma cama hospitalar e um aspirador. “O HE seguirá prestando assistência à paciente através do Programa Melhor em Casa, mantendo o vínculo criado nesse período e seguindo com os cuidados diários que ela necessita”, destacou.

 

A filha Amanda foi quem acompanhou a paciente durante o período. Fátima passou por quase todas as unidades do hospital durante a internação e criou um vínculo muito forte com as equipes que, ontem, fizeram questão de registrar sua despedida. Ela continua com os cuidados através da atenção domiciliar, mas agora estará mais próxima da família e em menor risco de contágio pelo coronavírus. “Queremos agradecer a todos que torceram, oraram, colaboraram. Agradecer imensamente ao HE por todo carinho, fomos acolhidas como família em cada setor que passamos”, disse a filha.

 

Fonte: Coordenação de Comunicação Social Universidade Federal de Pelotas


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

NO AR

Páginas de Portugal

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS