Empate mantém esperança de avanço

Brasil faz boa partida, empata com Atlético/PR e vai vivo para jogo em Curitiba

             

n/d

          O Xavante mantém viva a esperança de chegar à segunda fase da Copa do Brasil. No primeiro jogo do confronto com o Atlético Parananense houve empate por 1 a 1, no Bento Freitas, nesta segunda-feira. Para ficar com a vaga, o time xavante terá que vencer o jogo do dia 14 de abril na Arena da Baixada em Curitiba. A repetição do resultado da partida de ida leva a decisão para os pênaltis. A classificação também será garantida em caso de empate com dois ou mais gols.

 

          O jogo começou com emoção. Aos 4 minutos, o numa bola longa para o ataque do Brasil, Weverton saiu errado e Ramón mandou a bola para o gol vazio. Mas errou o alvo. Em seguida, o Atlético acertou o travessão num arremate de Jadson da entrada área. Depois o Brasil acertou marcação e passou a deixar o adversário com menos espaço para atacar. O quarteto xavante (Diogo Oliveira, Felipe Garcia, Paraná e Ramón) começou a se destacar nas jogadas ofensivas.

 

            O gol atleticano saiu num momento em que a partida estava equilibrada. Após um escanteio para o Brasil, o Atlético escapou em contra-ataque. Eduardo cruzou da esquerda e Marcos Guilherme, livre na pequena área, só completou para a rede.

 

            O segundo tempo se manteve com a disputa parelha até os 20 minutos, quando o Brasil se tornou bem melhor do que o adversário. A primeira grande chance de gol do Brasil ocorreu aos 19 minutos. Nathan se aproveitou de erro na saída de jogo do Atlético. O atacante avançou, entrou na área e chutou, mandando a bola para fora. Mais tarde, aos 28, Nathan fez grande jogada pela esquerda e cruzou: Diogo Oliveira e Paraná se passaram da bola na pequena área.

 

            O gol foi repetição do lance anterior: Nathan cruzou da esquerda e Marcos Paraná finalizou para empatar a partida. Nathan criou outra chance de gol, quando deu assistência para Felipe Garcia. Weverton fez grande defesa. O Brasil ficou muito perto da vitória e pela primeira vez somou ponto nesse torneio nacional. Antes tinha perdido seus quatro jogos: dois para o próprio Atlético, em 2013; e dois para o Flamengo, em 2015. (Foto: Jonathan Silva: Assessoria GEB)

 

 

             BRASIL (1)

            Eduardo Martini; Wender, Cirilo, Teco e Brock; Leandro Leite, Fernando Cardozo (Weldinho), Diogo Oliveira, Felipe Garcia; Marcos Paraná (Gustavo Papa) e Ramón (Nathan). Técnico: Rogério Zimmermann.

 

            ATLÉTICO/PR (1)

            Weverton; Eduardo, Vilckes, Thiago Heleno e Pará; Jadson, Deivid, Marcos Guilherme (Vinícius), Pablo e Nikão (Giovanny); Valter (André Lima). Técnico: Paulo Autuori.

 

Local: Estádio Bento Freitas, em Pelotas.

Árbitro: Sávio Pereira Sampaio/DF; assistentes: José Reinaldo Nascimento Junior/DF e Leila Naiara Cruz/DF.

Cartões amarelos: Fernando Cardozo, Diogo Oliveira e Leandro Leite (B); Deivid e Jadson (A).

Expulsão: Vinícius (A).

Gols: Marcos Guilherme (44min do primeiro tempo); Marcos Paraná (31min do segundo tempo).   

o por vaga na zona de classificação do Gauchão. 


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS