Calendário favorável ao Xavante

Brasil espera aproveitar os quatro jogos em casa para melhorar aproveitamento no Gauchão

               Depois de fazer apenas duas partidas em casa nas sete primeiras rodadas do Campeonato Gaúcho, o Brasil vê agora a situação se inverter em relação à tabela de jogos no restante da primeira fase. Serão quatro jogos no Bento Freitas e somente dois a serem disputados como visitante. O carnê favorável se junta à recuperação do time com a vitória diante do São Paulo na última rodada, sustentando a confiança de que será possível ainda disputar as primeiras colocações do Gauchão.

 

            O aproveitamento de 38% até agora na competição não tira a esperança de que o Brasil possa chegar entre os primeiros colocados da fase classificatória. “A situação é administrável. O campeonato está ainda bom para nós”, afirma o presidente Ricardo Fonseca, ressaltando o retrospecto da equipe nas últimas 17 partidas. “Sofremos apenas duas derrotas: para o Guarani de Campinas e o Grêmio”, afirma. “É verdade que são muitos empates (doze), mas empatar às vezes também é bom resultado, principalmente se for fora de casa”, completa.

 

            A partida de domingo pode marcar a arrancada para um novo momento no Gauchão. O Brasil terá dois jogos seguidos dentro de casa: Juventude, dia 6; e Veranópolis, dia 13. Terá ainda no Bento Freitas os jogos com o São José, dia 27; e o Passo Fundo, dia 3 de abril. E sai para jogar contra o Novo Hamburgo e Internacional.

 

            A inspeção realizada na manhã de quinta-feira serviu para garantir a liberação da arquibancada provisória para o jogo com o Juventude. Os ingressos começam a ser vendidos hoje (sexta-feira), com o preço de R$ 50,00. Os idosos e os estudantes (portadores das carteirinhas licenciadas: UBES, UNE, ANPG e DCEs) pagam a metade.

 

            UMA VAGA - O principal questionamento em relação ao time do Brasil é sobre quem será o substituto de Felipe Garcia na partida de domingo diante do Juventude. A tendência é que Galiardo seja o escolhido, já que o meio-campista vem sendo a primeira alternativa de mudança na equipe no decorrer dos jogos. Mas Moisés, que começou o Gauchão como titular justamente nessa função, já está retornando aos treinos, após lesão que o tirou das últimas cinco partidas.

 

            Os outros ausentes do jogo de domingo são Gustavo Papa e Marcos Paraná – igualmente suspensos. Mas os dois vinham sendo reservas do time. O zagueiro Leandro Camilo segue em recuperação de lesão. Quem está pronto para ser aproveitado pelo técnico Rogério Zimmermann é o atacante Nathan, cujo nome foi publicado nesta quinta-feira no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF.

 

            A provável formação do Brasil para tentar a primeira vitória em casa neste Gauchão é Eduardo Martini; Wender, Cirilo, Teco e Xaro; Leandro Leite, Washington, Galiardo e Diogo Oliveira; Nena e Ramón. A arbitragem do jogo será de Daniel Soder, com os assistentes Antônio João Albornoz e André da Silva Bitencourt.

n/d

                  INVENCIBILIDADE - Já foi o tempo em que enfrentar os times de Caxias do Sul era “quase” certeza de insucesso. O panorama se alterou completamente nos últimos anos. O Brasil não perde para o Juventude há três anos, considerando os jogos oficiais. Nas últimas cinco partidas, o time rubro-negro ganhou duas vezes e empatou três. Neste ano, as duas equipes se encontraram no torneio amistoso de Veranópolis. Houve empate por 1 a 1 no tempo normal e o time caxiense ganhou nos pênaltis, ficando com a taça do Quadrangular da Longevidade.

 

            A última vez em que o Juventude venceu o Brasil em jogos oficiais foi no dia 21 de novembro de 2012: vitória de 2 a 1 no Alfredo Jaconi em jogo de ida da final da Copa Hélio Dourado. No segundo jogo dessa decisão houve empate por 0 a 0 no Bento Freitas, abrindo essa série invicta do Xavante diante desse adversário.

 

            Depois disso, o Brasil venceu por 2 a 0 em jogo do Gauchão de 2014, no Bento Freitas.  No ano seguinte houve empate por 1 a 1 no Alfredo Jaconi (foto). As duas equipes também se enfrentaram na Série C do Brasileiro de 2015: empate por 1 a 1 em Novo Hamburgo e vitória do Rubro-Negro por 3 a 2 em Caxias do Sul.

 

            A última vez em que o Juventude venceu no Bento Freitas ocorreu no dia 19 de agosto de 2015. Em partida da Série C do Brasileiro, o time caxiense ganhou por 1 a 0. (Foto: Assessoria GEB)

 

                                


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS