Pelotas em crise e sem presidente

Lobo enfrenta dificuldade financeira, dividido politicamente e agora com a presidência vaga

            n/d

       O Pelotas está sem presidente. Flávio Gastaud (foto) entregou nesta segunda-feira a carta de renúncia ao Conselho Deliberativo do Pelotas. O dirigente já havia sinalizado com a intenção de deixar o comando do clube na semana passada na reunião em que os conselheiros rejeitaram a proposta de aluguel da Boca do Lobo ao Brasil. Os vice-presidentes Gilmar Schneider e Roberto Larrossa ficam respondendo pela diretoria áureo-cerúlea até o dia 16 de fevereiro.

 

            Com a renúncia de Gastaud, o cargo de presidente passaria para o primeiro vice-presidente Gilmar Schneider. Mas o dirigente descartou ontem essa hipótese. “Não tenho nenhuma condição de ficar como presidente. Estou disposto em seguir ajudando, mas não assumindo a responsabilidade de presidente”, afirmou. “Vou ficar como vice até terça-feira para que a crise não seja ainda maior”, completou. Nessa data haverá reunião do Conselho Deliberativo.

 

            O segundo vice-presidente Roberto Larrosa também antecipou que não será o presidente do Pelotas para completar esse mandato de dois anos. “Não existem nem 5%. É zero essa possibilidade”, afirmou o dirigente, que já presidiu o clube em 2012/2013. Ele não revelou se irá apresentar também a renúncia. “Qualquer decisão que tomar, eu quero primeiro falar com o Gilmar (Schneider), que é meu amigo há mais de 20 anos e foi quem me convidou para entrar na diretoria do Pelotas neste ano.”

 

            Desta forma, o presidente do Conselho Deliberativo, Moacir Elias, terá que articular a escolha de outro presidente. Gastaud havia sido eleito para seu sétimo mandato na presidência do Pelotas no dia 19 de novembro. Quanto à carta de demissão, o dirigente diz que sua renúncia não é pelo fato de a Boca do Lobo não ter sido alugada para o Brasil, mas pelas “consequências de não alugar”. Gastaud é taxativo em afirmar que o Pelotas está enfrentando a “pior crise de sua história de 107 anos”.

 

            Flavio Gastaud ressaltou a carta-renúncia, que é procedente o orgulho de que a “Boca (estádio) é do Lobo”, mas que a locação seria uma medida necessária para que a “Boca continuará do Lobo”.

 

 


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS