Empresas autorizadas a recontratarem empregados dispensados dentro de 90 dias

Válida durante a pandemia

Imagem da InternetImagem da InternetFoto: Internet

A regra foi criada, à época, para evitar fraudes nos contratos de trabalho continuados sendo que a dispensa simulada facilitava o acesso do empregado ao seguro desemprego. Enquanto durar o estado de calamidade pública, de acordo com a nova Portaria não se presumirá fraudulenta a rescisão de contrato de trabalho sem justa causa seguida de recontratação dentro dos noventa dias subsequentes à data em que formalmente a rescisão se operou, desde que mantidos os mesmos termos do contrato rescindido, como salário, jornada, benefícios, etc. A inobservância das condições contratuais será caracterizada como fraude do empregador.

 

“Diante da premissa de facilitar o acesso ao emprego, a Portaria retira a presunção de fraude e traz outra previsão bastante controvertida. O parágrafo único permite que, mediante negociação coletiva, a recontratação ocorra de modo diverso aos termos do contrato rescindido. Ou seja, via acordo coletivo ou convenção coletiva poderá autorizar a redução salarial e a retirada de benefícios, o que significa dizer que os trabalhadores podem ser dispensados e, na sequência, readmitidos com salários mais baixos”, explica o advogado especializado em Direito do Trabalho.

 

Fonte: PlayPress Assessoria e Conteúdo


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

NO AR

Adalim Medeiros Show

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS