Sétima Semana do Peixe inicia-se nesta segunda-feira(06)

Semana Santa será facilitada para o consumidor

Imagem da InternetImagem da InternetFoto: Internet

A manutenção da tradição alimentar da Semana Santa será facilitada para o consumidor também neste ano, quando há rigoroso controle de atividades, visando ao enfrentamento da Covid-19. A 7ª Semana do Peixe inicia-se nesta segunda-feira (6) e se estende até a Sexta-feira Santa (10), com 53 bancas à disposição no Centro e bairros,  evitando que moradores tenham de ir longe para adquirir peixe, camarão ou derivados.

 

A Prefeitura, por meio de parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e a Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde (Visa/SMS), orientou os feirantes quanto a métodos de limpeza pessoal e das bancas, e para conservação, manuseio e entrega do produto ao consumidor. Além disso, foram reforçadas as orientações para manutenção de distâncias mínimas e para que sejam evitadas aglomerações.

 

O Setor previne que deve haver cautela quanto ao uso de luvas, uma vez que não pode ocorrer descuido com a higienização correta das mãos. Se utilizadas luvas, elas têm de ser trocadas com frequência. As bancas precisam de água para a lavagem de mãos e de utensílios.

 

A Visa alerta que, para higienização correta das mãos, o feirante deve dispor água e sabão (ou semelhante), papel toalha e álcool gel em 70%. O procedimento é recomendado com frequência e sempre que tossir, espirrar, coçar ou assoar o nariz, esfregar os olhos ou tocar na boca, antes e após atender cada cliente, manusear dinheiro, celular, lixo, chaves entre outros objetos. É importante disponibilizar álcool gel em 70% para uso dos clientes.

 

As recomendações para a 7ª Semana do Peixe, neste ano atípico, marcado pela pandemia da Covid-19, também estão voltadas para o produto a ser comercializado.

 

Os feirantes não podem acondicionar caixas com os pescados diretamente no chão, e deve haver uma pessoa específica para manipular o dinheiro. Ao mesmo tempo, os clientes precisam ser orientados a manter o distanciamento entre eles na fila, enquanto aguardam atendimento.

 

Outra exigência é que o pescado deve permanecer resfriado ou congelado no momento da venda, em caixas isotérmicas. O transporte precisa ser realizado em caminhões refrigerados ou em caixas isotérmicas com gelo, na proporção de 30% em relação ao peso da mercadoria.

 

Fonte: ASCOM

 


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

NO AR

A Música da Pelotense

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS