Bolsonaro diz que Amazônia é 'nossa' e não 'como o Papa tuitou nesta quinta-feira, não, tá?'

Bolsonaro mencionou o Conselho Nacional da Amazônia Legal

Imagem da InternetImagem da InternetFoto: Internet

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (13) em uma rede social que "a Amazônia é nossa" ao comentar uma mensagem publicada pelo Papa Francisco nesta quarta.

 

Também em uma rede social, o Papa publicou nesta quarta (12) a seguinte mensagem: "Dirijo esta exortação ao mundo inteiro, para ajudar a despertar a estima e solicitude pela Amazônia, que também é «nossa»".

 

Segundo Bolsonaro, "a Amazônia é nossa. Não é como o Papa tuitou nesta quinta-feira, não, tá?"

 

O Papa também escreveu: "Sonho com uma Amazônia que lute pelos direitos dos mais pobres, dos povos nativos, dos últimos, de modo que a sua voz seja ouvida e sua dignidade promovida. #QueridaAmazonia".

 

Nesta quinta-feira, o Papa Francisco recebeu no Vaticano o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas Bolsonaro não comentou o encontro.

 

Na transmissão desta quinta-feira, Bolsonaro mencionou o Conselho Nacional da Amazônia Legal e afirmou que o objetivo é mostrar ao mundo há preocupação com a região.

 

,"Foi criado nesta semana um conselho que visa proteger, preservar e desenvolver nossa Amazônia, o que é muito importante, adotar medidas preventivas contra qualquer ação que não esteja de acordo com as leis brasileiras. [...] E mostrar para o mundo que estamos preocupados com a 

 

Amazônia, a Amazônia é nossa. Não é como o Papa tuitou ontem, não, tá?", afirmou o presidente."A Amazônia é nossa e queremos preservá-la e fazer com que possamos ser beneficiados com os recursos de forma sustentável", acrescentou Bolsonaro.

 

Para Bolsonaro, incluir governadores no conselho da Amazônia 'não resolveria nada' Bolsonaro assinou um decreto nesta terça (11) para transferir o Conselho da Amazônia do Ministério do Meio Ambiente para a Vice-presidência.

 

O decreto do presidente excluiu do grupo os governadores dos estados da Amazônia Legal. Segundo Bolsonaro, incluir os governadores "não resolveria nada", mas, mesmo assim, eles serão consultados.

 

Fonte:  G1 


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS