Exportações do agronegócio sobem 5,7% no terceiro trimestre

A China, que segue sendo o maior comprador de produtos agropecuários

Imagem da InternetImagem da InternetFoto: Internet

Carnes, fumo e produtos florestais foram o destaque das exportações do agronegócio gaúcho no terceiro trimestre de 2019, enquanto que o principal produto exportado pelo setor, a soja, sofreu queda no período. Os dados fazem parte de levantamento divulgado ontem pelo Departamento de Economia e Estatística (DEE) da Secretaria do Planejamento, que passa a ser feito uma vez a cada três meses. Em valores, as exportações totais do agronegócio gaúcho ficaram em 3,156 bilhões de dólares no último trimestre, o que representa um incremento de 5,7% na comparação com igual período do ano passado. Porém, no acumulado do ano, houve queda de 7,8% na receita, que chegou a 8,369 bilhões de dólares.

 

A China, que segue sendo o maior comprador de produtos agropecuários do Estado (destino de 41,8% do total exportado de janeiro a setembro), exerceu influência em diversas cadeias produtivas. Segundo o economista Sérgio Leusin Jr, um dos responsáveis pelo estudo, o surto de peste suína africana fez com que o gigante asiático aumentasse as compras de carne, ao mesmo tempo em que a demanda pela soja – também utilizada na alimentação do rebanho – reduziu. A elevação das exportações de produtos florestais, sobretudo celulose (alta de 184% no trimestre), deve-se principalmente aos embarques para China e União Europeia.

 

No caso do fumo, o aumento da produção gaúcha – 4,2%, segundo o IBGE – explica em parte o desempenho, porém foi a expressiva elevação da demanda chinesa, de 744% em valores, que chamou mais a atenção. No segmento de carnes, a avicultura conta com a maior participação nas exportações, seguida pela suinocultura e, em terceiro, pela bovinocultura. 

 

Fonte: Correio do Povo


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS