"O pior ainda está por vir", afirma Bolsonaro sobre vazamentos de óleo no litoral do Brasil

Navio grego como principal suspeito

Imagem da InternetImagem da InternetFoto: Internet

O presidente Jair Bolsonaro concedeu entrevista e falou sobre o vazamento de óleo na costa brasileira desde o início do mês de setembro. O chefe de Estado declarou que o "pior está por vir", ainda que a investigação já tenha pontado um navio grego como principal suspeito do derramamento de petróleo. 

 

"O que chegou de óleo agora e o que foi recolhido é uma pequena quantidade do que foi derramado. E o pior ainda está por vir. Não sei se na costa do Brasil, até porque, como é um petróleo que tem mais densidade que a água salgada, ele vem por baixo e não por cima. Pode ser que tenha chegado até aqui e tenha voltado para a costa africana, mas temos um prenúncio de uma catástrofe muito maior que pode ocorrer por causa deste vazamento", disse Bolsonaro. 

 

Bolsonaro destacou que as manchas começaram a aparecer em 2 de setembro nas praias da Paraíba. "Desde aquele momento ninguém poderia imaginar o tamanho da catástrofe, mas as Forças Armadas, Ibama, CNBio, prefeituras e voluntários começaram a fazer a limpeza. Com o crescimento das manchas, outras medidas foram tomadas", explicou.  

 

Questionado sobre a certeza que o governo tem sobre responsabilidade do cargueiro grego no vazamento, Bolsonaro comentou que tudo leva a crer que o Boubulina tenha participação. "Todos os indícios levam para o cargueiro grego, falta apenas bater o martelo", resumiu. 

 

 

Fonte: Correio do Povo


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

NO AR

Atualidade Esportiva 2² Edição

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS