Senado aprova projeto que permite punição à torcida organizada

O texto aumenta de três  para cinco anos a punição de afastamento dos locais dos jogos

Imagem da InternetImagem da InternetFoto: Internet

O plenário do Senado aprovou projeto de lei que endurece regras para torcedores e torcidas organizadas que praticarem atos de violência. O texto aumenta de três  para cinco anos a punição de afastamento dos locais dos jogos para os torcedores que participarem de atos de invasão de treinos, confronto com outros torcedores ou agressões a atletas.

 

O projeto de lei também permite aplicar a punição mesmo se os atos ocorrerem longe dos centros esportivos ou das datas dos eventos. A relatora do projeto é a senadora do Distrito Federal, Leila Barros, do PSB.

 

A matéria agora segue para sanção presidencial.

 

O Estatuto do Torcedor, sancionado em 2010, já pune a torcida organizada que promover tumulto; praticar ou incitar a violência; ou invadir local restrito aos competidores, árbitros, dirigentes ou jornalistas. Porém, havia uma lacuna na lei sobre punições para as torcidas de atos praticados fora dos ambientes esportivos.

 

Fonte: Agência Brasil  


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

NO AR

Atualidade Esportiva 2² Edição

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS