Comerciários avaliam proposta da Havan

SecPel defende pagamento de horas extras ou bônus por trabalho aos domingos e feriados

n/dImagem da InternetFoto: Internet

 

A negociação do dissídio da categoria dos comerciários ganhou relevância neste ano em função da polêmica com a Havan. A direção da empresa admitiu em vídeo publicado em redes sociais que poderia suspender a implantação da unidade em Pelotas, caso não seja aceita sua proposta de pagamento dos empregados pelo trabalho aos domingos e aos feriados. Uma assembleia dos comerciários – marcada para as 20h desta quarta-feira – pode colocar ponto final nessa polêmica. 

    

O presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio de Pelotas (SecPel), José Luiz Porto Ferreira, informou que não há neste momento acordo coletivo em vigência. A data-base da categoria é 1º de setembro. “Estamos em negociação com o Sindicato do Comércio Varejista, que assumiu a negociação pela Havan. O Sindicato dos Comerciários é classista e, portanto, defende a categoria. Não tem o poder de impedir a abertura de loja na cidade”, salientou o dirigente sindical em entrevista ao Programa Cotidiano.

    

José Luiz lembrou que no dissídio anterior havia a proibição de abertura das lojas nos feriados e pagamento de 100% das horas trabalhadas nos domingos. A proposta do Sindicato na atual negociação é de manutenção do acrescimento de 100% no pagamento das horas trabalhadas ou o pagamento de bônus de R$ 80,00 pelo domingo e R$ 100,00 pelo feriado. Na assembleia desta quarta-feira serão analisadas duas contrapropostas: uma do Sindicato do Comércio Varejista e outra da Havan – essa última leva em consideração o horário diferenciado de abertura da loja nos dias úteis. 

 

 


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS