Novas regras trabalhistas diminuem 1,3 milhão de processos

Um ano e meio de reforma trabalhista

Imagem da InternetImagem da InternetFoto: Internet

As novas regras trabalhistas representaram uma diminuição de mais de 1,3 milhão de processos na Justiça do país. Nos 17 meses antes e depois das mudanças, a média de redução no número de casos protocolados foi de aproximadamente 34%. De acordo com dados do Tribunal Superior do Trabalho (TST), solicitados com exclusividade pelo Correio do Povo, entre junho de 2016 e outubro de 2017, foram registrados mais de 3,8 milhões, enquanto que, de novembro de 2017 a março de 2019, foram cerca de 2,5 milhões. No Rio Grande do Sul, a queda foi de 32,2%, acompanhando a média nacional.

 

A análise mês a mês dos dois períodos mostra uma mudança de padrão. Nos 17 meses antes das mudanças trazidas pela reforma, o número de processos variava pouco. Em junho de 2016, foram pouco mais de 249 mil casos, em julho, quase 241 mil, e, em agosto, mais de 248 mil. A maior oscilação ocorria entre o fim e o início do ano, nos meses em que a Justiça é menos acionada, em função do recesso. 

 

Um ano e meio depois de entrar em vigor, a reforma trabalhista ainda é motivo de discordâncias. O  Rio Grande do Norte teve a maior média de queda no número de processos na Justiça do Trabalho após a reforma trabalhista. Na comparação dos dois períodos de 17 meses antes e depois de as mudanças entrarem em vigor, o estado passou de mais de 47 mil casos para quase 26 mil, tendo uma redução de 45%. O Rio de Janeiro, por exemplo, teve diminuição de 35,9%. O estado contabilizou mais de 402 mil processos no período inicial e passou para cerca de 257 mil.

 

Fonte: Correio do Povo


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

NO AR

Pelotense a Caminho do Sol

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS