Guedes quer reduzir preço do botijão de gás pela metade nos próximos anos

Paulo Guedes foi categórico ao dizer que "o futuro vem do petróleo"


n/d

Discursando na Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, o ministro da Economia, Paulo Guedes foi categórico ao dizer que "o futuro vem do petróleo" e garantiu que "daqui uns anos o botijão vai chegar na metade do preço na casa do trabalhador”, afirmou. Ele pretende alcançar isso com a abertura do mercado no setor para quebrar o monopólio da Petrobras, criticada por ser um foco de corrupção. 

 

“São entre US$ 500 bilhões a 1 trilhão nos próximos 20 anos. E esses dinheiro não existe porque eles quebraram a Petrobras antes mesmo do petróleo sair. Só tem um tirando e você quebra antes do trabalho. Não vai dar certo”, afirmou “Nós vamos permitir que mais gente transforme esses recursos para os brasileiros em vez de ficar no fundo do oceano, como está hoje. A gula mata e se você quer ficar com tudo para você, você morre antes”. 

 

Guedes disse que é preciso criar a competição na exploração do gás. “A unidade de gás no Brasil custa US$ 12. No Japão e na Europa, custa sete. O Brasil é mais caro nos países onde não tem gás. Por quê? Monopólio da Petrobras em todo os processos. Vamos quebrar isso e baixar o preço, fora a redução da roubalheira”, defendeu.

 

Fonte: Correio do Povo


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

NO AR

Adalim Medeiros Show

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS