Mais Médicos irá aumentar rigor para liberação de vagas

Ministro da Saúde fala em priorizar 'Brasil profundo'

Imagem da InternetImagem da InternetFoto: InternetN

O ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou em entrevista que o futuro do programa Mais Médicos está sob avaliação e que não trabalha agora com a previsão de abertura de novos editais. Para ele, definir novos critérios para a contratação é um dos principais pontos da reavaliação do programa.

 

O ministro disse que apenas cidades em situação realmente crítica e sem condições de pagar os seus profissionais devem receber o subsídio do governo por meio do programa.

 

Uma mudança na lei atual está em debate entre a pasta, os estados e os municípios. Mandetta nega que as propostas estudadas signifiquem o fim do programa. Segundo ele, o Mais Médicos será reformulado para atender a critérios ainda em análise.

 

O ministério diz que as mais de 8 mil vagas deixadas em aberto após a saída dos profissionais de Cuba foram preenchidas por brasileiros formados no Brasil e no exterior. Por isso, não haverá mais uma outra etapa do edital para médicos estrangeiros. 

 

Fonte: G1


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

NO AR

Sempre é Carnaval

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS