'Não existe isso de bolsa de pesquisa com triagem ideológica', diz Marcos Pontes

Primeiro e único brasileiro a ter viajado para o espaço

n/dImagem da InternetFoto: Internet

Para Marcos Pontes, ex-astronauta e ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), não existe "nada disso" de bolsa de pesquisa com triagem ideológica. "Temos cientistas e temos que ter resultados. A minha preocupação é sempre o desenvolvimento de ciência e tecnologia", disse ele à Folha durante viagem a Israel.

 

No país, o ministro visitou duas usinas de dessalinização e estações de tratamento de água e esgoto, além de empresas de tecnologia como a Israel Aerospace Industries (IAI) e a Agência Espacial de Israel.

 

Primeiro e único brasileiro a ter viajado para o espaço até hoje, Pontes tem defendido levar a ciência e tecnologia para os mais jovens como forma de promover a carreira e incentivar a formação de novos profissionais. Inspirado pela experiência israelense, disse que quer criar, dentro das universidades, escritórios de promoção de inovação que possam comercializar os produtos criados nessas instituições para conectar pesquisa, inovação e empresariado.

 

Segundo Pontes, essa é uma das fórmulas para atrair investimentos para o setor —a pasta tem visto seu orçamento cair nos últimos cinco anos. O valor atual equivale, se corrigido pela inflação, à metade daquele de 2013.

 

O ministro disse ainda que quer incentivar a participação de mulheres na ciência do país. "Às vezes as meninas ficam um pouco retraídas quanto a isso, e eu preciso achar maneiras de trazê-las para dentro da ciência e da tecnologia", disse.

 

Fonte: UOL


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

NO AR

Programa Super Tarde

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS