Damares Alves desiste da autoria de autobiografia, e ministério faz pente-fino no livro

Livro "Jesus sobe no pé de goiaba”

Imagem da InternetImagem da InternetFoto: Internet

O livro "Jesus sobe no pé de goiaba” que seria lançado em 30 de dezembro pela editora Canadense teve a sua publicação suspensa e não há previsão de data para novo lançamento. A obra foi divulgada até o fim de dezembro pela editora como de autoria da titular do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, e de Mauri Filho, dono da editora Canadense. O GLOBO foi informado pela editora que a assessoria jurídica do ministério está realizando uma “atualização necessária” e a obra só será divulgada após a “liberação” do órgão.

 

Procurada, a ministra diz — agora — que não escreveu a obra. O livro estava em pré-venda em dezembro e custava  R$ 34,90. Na ocasião, interessados também podiam fazer a compra de uma caixa com 100 exemplares por R$ 1.745. O GLOBO comprou um exemplar em 16 de dezembro por meio do site da editora. Segundo um link disponibilizado para rastreio do produto, ele foi embalado para envio no dia 27 de dezembro às 13h03m, mas nunca foi enviado.

 

A editora informava até o fim do ano passado que o lançamento no dia 30 de dezembro seria às 17 horas na Igreja Nazareno, Central de Brasília, seguido de um culto, às 19 horas. No entanto, no dia do lançamento, a ministra postou em seu Instagram que o evento não iria mais ocorrer. Em uma nova foto da capa do livro onde constava apenas o nome de Mauri Filho como autor, a ministra disse que “o lançamento do livro sobre a história da dra Damares Alves, de autoria do sr. Mauri Filho, da editora Canadense, não acontecerá mais em dezembro de 2018”. O post, porém, era sucinto e não explicava o motivo pelo qual a noite de autógrafos não iria mais ocorrer.

 

Na sexta-feira da semana passada, 4 de janeiro, o GLOBO recebeu uma mensagem da editora sobre o atraso na entrega. Um email de Mauri Filho informou que o livro aguarda “liberação do departamento jurídico do Ministério”. Na mensagem, ele disse ainda que “como todos sabem, a dra. Damares Alves tornou-se Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Por esse motivo, a assessoria jurídica do Ministério dos Direitos Humanos nos solicitou aguardar mais alguns dias enquanto eles realizam a atualização necessária referente à nova posição exercida pela dra. Damares”.

 

Fonte: O Globo


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS