‘O Estado é laico, mas essa ministra é terrivelmente cristã’, diz Damares Alves

As citações religiosas têm marcado a maior parte dos discursos dos ministros

 

As citações religiosas que têm marcado a maior parte dos discursos de posse do ministério montado pelo presidente Jair Bolsonaro ganharam força ainda maior no discurso de posse da ministra das Mulheres e Direitos Humanos, Damares Alves.

 

Aplaudida repetidamente por centenas de assessores e convidados, com frequentes comentários de “aleluia” e “graças a Deus”, Damares, que é evangélica, chorou em diversos momentos de seu discurso, afirmou que foi perseguida pela imprensa por conta de sua fé e disse que sua filha adotiva, de origem indígena, não esteve presente na cerimônia por razões de segurança.

 

“Queriam nos matar. Minha filha foi ameaçada, junto com a mãe”, disse Damares. “Por recomendação, minha filha não está em Brasília. Deve estar de longe, assistindo à mãe.”

 

Em uma fala de mais de 45 minutos, a ministra declarou que vai governar com “princípios cristãos”, sempre priorizando a família. “O Estado é laico, mas essa ministra é terrivelmente cristã”, disse Damares. “Acredito nos desígnio de Deus e propósitos de Deus.”

 

A ministra também disse que vai lutar contra a “doutrinação ideológica”, apesar de não ter detalhado o que esta seria. “Vamos acabar com o abuso da doutrinação ideológica de crianças e adolescentes no Brasil. A revolução está apenas começando.”

 

Fonte: Estadão Conteúdo


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

NO AR

Jornal Regional

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS