Aécio faz segunda tentativa de reverter decisão que o tornou réu

O senador tomará posse como deputado federal no mês que vem

Imagem da InternetImagem da InternetFoto: Internet

O senador Aécio Neves, que tomará posse como deputado federal no mês que vem, apresentou ao Supremo Tribunal Federal (STF) um novo recurso que tenta, pela segunda vez, reverter a decisão que o tornou réu por corrupção passiva e obstrução de Justiça em razão das delações premiadas da J&F.

 

O recurso só deverá ser julgado após o recesso do STF, que volta aos trabalhos no começo de fevereiro. Além disso, o STF poderá decidir se o caso ficará no tribunal ou se será remetido para a primeira instância por conta das regras de restrição do foro - a Suprema Corte só julga casos com relação com o atual mandato; no caso, o fato se referia ao mandato de senador e não ao de deputado.

 

Em abril de 2018, a Primeira Turma aceitou denúncia da Procuradoria Geral da República, que afirmou ter elementos de que Aécio pediu propina de R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, dono da J&F, em troca de favores políticos; e também afirmou que o senador tentou atrapalhar o andamento da Operação Lava Jato. Uma conversa entre os dois foi gravada pelo empresário.

 

Mas até agora a ação penal não foi efetivamente instaurada porque Aécio recorreu em setembro para tentar reverter a decisão. No começo de novembro, o recurso foi julgado e rejeitado pela Primeira Turma do Supremo.

 

Fonte: G1


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS