Paulo Guedes descarta renegociação da dívida pública

Reunião entre futuro ministro da Economia e atual ministro da Fazenda

n/dImagem da InternetFoto: Internet

 

A primeira reunião entre Paulo Guedes, futuro ministro da Economia, com o atual ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, durou mais de quatro horas, nesta terça-feira (6), mas nenhum dos dois divulgou detalhes sobre o encontro.

 

Antes da reunião começar, Guedes conversou com a imprensa e disse que uma renegociação da dívida pública não está sendo considerada.Na segunda-feira (5), o presidente eleito, Jair Bolsonaro, tinha dito durante entrevista que a dívida precisava ser renegociada. A dívida interna é a soma de tudo o que o governo pegou emprestado de instituições ou pessoas, por exemplo, por meio da venda de títulos como o tesouro direto.


Guedes destacou a importância das privatizações para o equilíbrio das contas públicas, partindo de uma reforma do Estado. Paulo Guedes citou o exemplo da venda de subsidiárias da Petrobras, que teria reequilibrado a empresa, e mencionou a necessidade de privatizar distribuidoras da Eletrobras no Amazonas e em Alagoas.

 

 

Fonte: Agência Brasil


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

NO AR

Programa Super Tarde

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS