Moro diz que está sobrecarregado e abre mão de processo da Lava Jato

A ação penal redistribuída para a 23ª Vara Federal de Curitiba

Imagem da Internet
            

O juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, declarou que não tem competência para julgar uma ação penal com 18 investigados oriunda da 48ª fase. É a primeira vez que o juiz determinou que um processo originado na Lava Jato fosse remetido para outro magistrado. O despacho foi publicado na segunda-feira. A ação penal foi redistribuída para a 23ª Vara Federal de Curitiba, que tem como responsável o juiz Paulo Sergio Riberio.

 

A 48ª fase ficou conhecida como Integração e investiga uma concessionária de pedágio do Paraná que teria pago propina a agentes públicos. Segundo Moro, apesar das conexões, a ação penal não tem ligação com a Petrobras ou com o Setor de Operações Estruturadas do Grupo Odebrecht. Ele ainda afirmou que está sobrecarregado. "Outra questão diz respeito à sobrecarga deste Juízo com as persistentes apurações de crimes relacionados a contratos da Petrobras e ao Setor de 

 

Operações Estruturadas do Grupo Odebrecht. O número de casos é elevado, bem como a complexidade de cada um, gerando natural dificuldades para processamento em tempo razoável", escreveu Moro no despacho.

 

Fonte: Correio do Povo


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

NO AR

Multiesporte - Apresentação: Sergio Cabral

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS