Brasil perde em casa e pressão aumenta

Xavante não conseguiu segurar a Ponte Preta na Baixada. Próximo jogo é contra o líder Fortaleza

n/d

 

Foto: Carlos Insaurriaga

Não foi a noite de sábado que o torcedor Xavante queria. Depois de dois bons resultados fora de casa, o Brasil queria confirmar os três pontos para subir na tabela e o principal, se afastar da parte baixa da tabela

 

Apesar de ter sido surpreendido pela postura da Ponte Preta, com mais posse de bola e dominando os primeiros minutos do jogo, o Brasil foi quem criou as melhores chances de colocar a bola na rede. Na melhor delas, nuna cobrança de falta de Itaqui, que acertou a bola na trave. 

 

Numa escapada pela direita, Murilo arriscou de fora da área, surpreendendo o goleiro Marcelo Pitol e abrindo o placar. O Brasil foi pra cima em busca do empate, mas o último passe não encaixava e o primeiro tempo terminou com vantagem para a equipe visitante.

 

No segundo tempo, Clemer voltou com Kaio no lugar de Toty, fazendo assim do Brasil, um time mais agressivo. Conseguiu ter mais presença no campo de ataque, mas novamente, pecando na hora da finalização. Clemer foi para o tudo ou nada, tirando Calyson e Luiz Eduardo, colocando Michel e  Wellinton JR. O centro avante até foi mais participativo e teve uma grande chance de colocar a bola na rede, mas o goleiro Ivan acabou fazendo uma grande defesa.

 

Depois de sofrer pressão e ver que os espaços apareceram, a Ponte criou três grandes chances de colocar a bola na rede. Na primeira, a bola até entrou, mas o atacante do time da macaca estava no impendimento. Foram outras duas grandes oportunidades. Numa delas, em chute de Tiago Real, Marcelo Pitol fez grande defesa.

 

Na terceira chance, a Ponte não desperdiçou. Após escanteio do Brasil, o contragolpe da Ponte, finalização de Danilo Barcelos e grande defesa de Pitol, no rebote, Junior Santos finalizou e Pitol pegou de novo e na terceira chance, Paulinho colocou a bola na rede fazendo o segundo da Ponte e fechando o placar para os visitantes.

 

Ao final da partida, muitos protestos por parte da torcida, pedindo a saída de Clemer e principalmente, pedindo jogadores.

 

REUNIÃO DA DIREÇÃO

 

Após a partida, o presidente Ricardo Fonseca, o diretor executivo Edu Pesce e o diretor de futebol, Vinicius Sinott se reuniram fora do estádio Bento Freitas. Chegou a se especular uma possivel demissão do técnico Clemer, mas que na noite de sábado e também no domingo acabou não acontecendo. 

 

CONTRATAÇÕES

 

Para tentar amenizar a pressão da torcida, o Brasil deve anunciar no começo da semana um meia. Desde o Campeonato Gaúcho o Xavante procura esse meia. Outras duas contratações serão feitas: Um lateral e mais um meiocampista. 

 

DESFALQUES

 

Sem contar com Bruno Collaço e Héverton, no DM, outros dois jogadores levaram o terceiro amarelo e não estarão em Fortaleza para o confronto contra o Leão. Leandro Leite e Calyson estão fora da partida da próxima sexta-feira. Tendência é de Kaio no lugar de Calyson e Zé Augusto no lugar de Leandro Leite 


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

NO AR

Programa Amanhecer na Querência - Apresentação Ani

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS