Secretário Nacional de Justiça pede demissão e número 2 da PF assume cargo

Troca no comando da Polícia Federal

n/d

 

Um dia após a troca no comando da Polícia Federal, o Secretário Nacional de Justiça, Astério Pereira dos Santos, pediu demissão nesta quinta, 9. Segundo afirmou o ministro da Justiça, Torquato Jardim, ele alegou motivos de “foro íntimo” para deixar o cargo.

 

Ainda de acordo com o ministro, o delegado Rogério Galloro, atual diretor executivo da PF, será o novo Secretário Nacional de Justiça. Ele era um dos cotados para substituir o delegado Leandro Daiello na direção-geral da PF, mas foi preterido. Fernando Segovia acabou sendo o escolhido pelo presidente Michel Temer.

 

Segundo Torquato, a “substituição não tem qualquer relação com a troca da PF”. Embora Segóvia não tenha sido uma indicação sua para o cargo, o ministro negou ter ficado contrariado com a escolha. Torquato defendia o nome de Galloro, que também acaba de ser escolhido para integrar o Comitê Executivo da Interpol.

 

“Fiquei surpreso com a interpretação da a minha nota, em que digo o óbvio. Quem nomeia é o presidente da República, a decisão final é sempre dele”, disse.

 

Fonte: Isto é


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

NO AR

Jornal Regional

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS