Reforma oficializa fraude, diz procurador-geral do Trabalho

Procurador-geral do Trabalho diz que reforma beneficia os maus empregadores

n/dImagem da InternetFoto: Internet

A reforma trabalhista sancionada pelo presidente Michel Temer nesta sexta (13) beneficia os maus empregadores e institucionaliza fraudes praticadas nesta sexta, na avaliação do procurador-geral do Trabalho, Ronaldo Fleury.

 

Ele critica a falta de debate sobre a reforma trabalhista no Congresso Nacional e diz que o Brasil "ainda tem uma cultura escravocrata".

 

Para ele, a redução de processos trabalhistas deve se dar pela melhoria na fiscalização. Se isso ocorrer, segundo Fleury, "talvez nem precisasse da Justiça do Trabalho".

 

Fonte: Folha de S. Paulo


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

NO AR

Jornal Regional

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS