HOMICÍDIOS MARÇO 2017

O mês de março registrou 8 homicídios. Todas as vítimas são do sexo masculino.

n/d

 

1º) No dia 3 de março, sexta-feira – Michel Roldão da Cunha, de 25 anos de idade, morreu depois de ser baleado na cabeça, por volta das 22 horas. De acordo com o Boletim de Ocorrência, Michel estava na casa onde morava no bairro Pestano, quando foi chamado por dois homens que chegaram numa motocicleta. Na frente da casa ele foi executado. O irmão de Michel, o rapaz de iniciais A.R. de 24 anos de idade, foi ferido na perna esquerda ao tentar defender o irmão.

 

 

2º) No dia 5 de março, domingo – Emanuel Pedroso de Moraes, de 15 anos de idade, foi executado a tiros na madrugada, no residencial Eldorado - Zona Norte de Pelotas. O adolescente foi encontrado caído na rua 1 do residencial. A polícia  não tem mais detalhes do caso, pois na região predomina a lei do silêncio.

 

 

3º) Na madrugada do dia 6 de março, segunda-feira – Thales Lesser Berneira, de 19 anos de idade, morreu após ter sido baleado na cabeça. O caso ocorreu por volta das 2 horas da madrugada, na rua Direitos Humanos que faz a interligação com o bairro Navegantes. Segundo familiares de Thales, ele saiu de casa falando que iria dar um volta. Próximo ao corpo, os agentes da Delegacia de Homicídios localizaram um cartucho de Pistola “380”.

 

 

4º) Na tarde do dia 7 de março, terça-feira – Cláudio Souza Adão Lima – “Claudinho”, de 41 anos de idade, morreu após ser baleado por policiais militares, sendo que um dos disparos atingiu a cabeça. As investigações devem apurar o que motivou a ação policial. Segundo familiares de Cláudio, ele era esquizofrênico, e estava em surto, possivelmente pela falta de medicamentação, razão pela qual foi acionado o SAMU – Serviço de Atendimento Médico de Urgência, e a Brigada Militar. A força policial chegou ao local antes do serviço médico. Cláudio teria reagido à força policial armado com um espeto e uma faca. Na versão dos militares, teriam sido usados tiros antimotim para conter Cláudio, o que não foi suficiente.  

O caso fica sob a responsabilidade da Delegacia de Homicídios e Desaparecidos. Imagens captadas pela câmera de segurança, instalada no interior do Bairro Santos Dumont, serão analisadas.

Ainda, devem ser apurados os disparos realizados que atingiram um automóvel estacionado e ferido uma mulher, moradora na localidade.

 

5º) No dia 17 de março, sexta-feira – Fábio Eduardo Lugo Borges de 42 anos de idade foi executado com 5 tiros durante a madrugada, por volta das 5 horas. De acordo com a ocorrência policial, a vítima estava na casa onde morava, localizada à rua Francisco de Moraes - bairro Fragata. Segundo o relato, um homem invadiu a residência, discutiu com Eduardo e efetuou os disparos contra ele. Na casa também estava a esposa da vítima que nada sofreu. O caso está aos cuidados dos Agentes da Delegacia de Homicídios.

 

6º) No dia 26 de março, domingo - Fagner Jones Rocha da Vara de 34 anos de idade foi baleado na cabeça, na rua 3 do Bairro Getulio Vargas - Zona Norte de Pelotas. De acordo com testemunhas, dois homens passaram numa motocicleta e efetuaram o disparo que atingiu a cabeça da vítima. Fagner foi socorrido ao Pronto Socorro Municipal e morreu depois de algumas horas. O caso está aos cuidados dos Agentes da Delegacia de Homicídios.

 

7º e 8º) No dia 29 de março, quarta-feira – Alex Solismar Vieira Machado (38 anos), e Carlos Alberto Silva dos Santos (53 anos) foram encontrados mortos, por volta das 9 horas da manhã, no interior de uma residência, na rua 3 do bairro Getúlio Vargas/Zona Norte de Pelotas. As vítimas foram mortas a facadas. O caso está a cargo da Delegacia de Homicídios.


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

NO AR

Pelotense a Caminho do Sol

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS