Em busca da primeira vitória no Gauchão

Brasil tenta reagir no estadual, enfrentando o Veranópolis no Antônio David Farina

              n/d

                Brasil e Veranópolis possuem algo em comum: os dois não venceram ainda no Campeonato Gaúcho. O time serrano está um pouco melhor na tabela de classificação, porque empatou seus dois jogos. Já o Xavante somou apenas um ponto em seis disputados. É com a intensão de ganhar a primeira partida na competição que as duas equipes entram em campo nesta sexta-feira para se enfrentarem às 21h30, no Antônio David Farina, em Veranópolis.

 

            O VEC está satisfeito com os resultados neste começo de Gauchão. Afinal empatou em casa com o Internacional e fora com o São José. Já o Xavante gostou do ponto somando diante do Juventude, em Caxias do Sul, mas ficou frustrado ao perder para o Cruzeiro no Bento Freitas. Além disso, o time de Rogério Zimmermann não venceu ainda na temporada, contando os amistosos e um jogo pela Primeira Liga. São quatro empates e três derrotas.

 

            Depois de quase oito anos, o Brasil volta a jogar com o Veranópolis no Estádio Antônio David Farina pelo Gauchão. A última vez foi no dia 20 de março de 2009, quando perdeu por 3 a 1 e foi rebaixado para a segunda divisão. Nas últimas três edições do estadual, as duas equipes se enfrentaram em Pelotas, com duas vitórias do Xavante e um empate.

 

              Em princípio, Lenílson é “peça do quebra-cabeça” na escalação do Brasil. O meia saiu machucado do jogo passado, mas os exames não mostraram a existência de lesão (teria sido apenas um desconforto muscular). Mesmo assim, ele pode ser preservado nesse jogo para que o quadro não evolua para lesão muscular. Sem Lenílson, quem irá jogar? Essa é a questão.

 

            Juninho seria uma mudança simples como ocorreu no domingo. O meia não está, porém, no ritmo adequado para a titularidade. Então pode ser que jogue João Afonso, com Nem avançando para a linha de três meias. Outra hipótese é Wender ocupando essa vaga pelo lado direito. 

 

              A incerteza de escalação na equipe serrana está no ataque. Jean Carlos ficou fora do jogo passado, sendo substituído por Jonatas Obina. Agora, os dois disputam posição no time treinado por Tiago Nunes. Mais uma vez o Brasil vai enfrentar um adversário que fez uma pré-temporada bem mais longa: foram quase 60 dias de treinos. (foto: Carlos Insaurriaga/Assessoria GEB)

 

 VERANÓPOLIS

Reynaldo; Vinícius Bovi, Zé Roberto, Jadson Silva e Murilo; Jonatan Lima, Eduardinho, Mateus Santana e Athos; Jonatas Obina (Jean Carlos) e Keké. Técnico: Tiago Nunes.

 

 BRASIL

 Eduardo Martini; Eder Sciola, Cirilo, Leandro Camilo e Marlon; Leandro Leite, Nem, Lenílson (João Afonso), Aloísio e Jean Silva; Bruno Lopes. Técnico: Rogério Zimmermann.

 

Local: Estádio Antônio David Farina, em Veranópolis

Data: 10/2/2017 (sexta-feira)

Árbitro: Francisco da Silva Neto

Assistentes: Fabrício Lima Boseggio e Teilor Thomas da Silva

 

           

 


Rádio Pelotense - AM 620 KHZ

  3222-4334

NO AR

Pelotense a Caminho do Sol

Ouvir agora

Desenvolvido por:

PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sitemas Web, Mailmarketing, SMS em Pelotas - RS